Notícias sobre Esporte

BOMBA HOJE (07/06): FIFA impede Flamengo de usar seus jogadores

FIFA impede Flamengo de usar seus jogadores. Foto: Reprodução

O Flamengo, enfrenta um desafio significativo à medida que se aproxima do jogo contra o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro. A razão para isso é a convocação de alguns de seus principais jogadores para a próxima Copa América, o que significa que eles estarão ausentes durante esse confronto importante.

FIFA impede Flamengo de usar seus jogadores

O Flamengo não poderá contar com quatro de seus atletas-chave neste jogo: Arrascaeta, De La Cruz, Viña e Varela. Esses jogadores foram chamados para representar suas respectivas seleções nacionais na próxima edição da Copa América, que será realizada nos Estados Unidos.

A diretoria do Flamengo fez esforços para tentar garantir a presença desses jogadores no jogo contra o Grêmio. Inicialmente, o clube interpretou que, com a Data FIFA terminando no dia 11 de junho e a necessidade das seleções estarem nos Estados Unidos para a Copa América apenas no dia 16, teria o direito de contar com os atletas até o dia 13. No entanto, essa interpretação foi contestada pela seleção uruguaia, que se baseou no Regulamento sobre Status e Transferência de Jogadores da FIFA.

De acordo com o parágrafo 7 do artigo “Princípios para o Futebol Masculino” do regulamento da FIFA, os jogadores convocados para uma competição final devem ser liberados e iniciar a viagem para suas seleções até a manhã da segunda-feira anterior à semana do início da competição. No caso da Copa América, que começa no dia 20 de junho, essa data é 10 de junho, ainda dentro da Data FIFA. Dessa forma, o Uruguai tem o direito de manter os jogadores.

Além do Uruguai, o Flamengo também tentou negociar com o Chile a liberação de Erick Pulgar, mas obteve a mesma resposta negativa. A decisão das seleções em manter os jogadores com elas prejudicou os planos do clube carioca.

Impacto da Ausência dos Jogadores

Com a possibilidade de perder esses jogadores, o Flamengo pode ficar desfalcado em até nove rodadas do Campeonato Brasileiro. Caso as seleções do Uruguai e do Chile avancem até as semifinais da Copa América, os atletas não participarão de partidas importantes contra adversários como Grêmio, Athletico-PR, Bahia, Fluminense, Juventude, Cruzeiro, Atlético-MG, Cuiabá e Fortaleza.

Esse cenário exige que o Flamengo ajuste seu planejamento para superar a ausência de jogadores-chave durante esse período. O clube precisa encontrar soluções para manter seu desempenho e competitividade, mesmo com a falta de alguns de seus principais atletas.

A ausência desses jogadores durante várias rodadas do Campeonato Brasileiro pode ter um impacto significativo no desempenho do Flamengo na competição. O clube precisa se preparar adequadamente para lidar com essa situação e encontrar alternativas para manter sua posição de destaque no campeonato.

O caso do Flamengo não é um caso isolado. Outros clubes brasileiros também enfrentam desafios semelhantes quando seus jogadores são convocados para competições internacionais. Essa situação evidencia a necessidade de uma maior coordenação entre as seleções nacionais e os clubes, visando a encontrar um equilíbrio entre as necessidades de ambos.