Notícias sobre Esporte

Técnico do Bolívar, Flavio Robatto SOLTA O VERBO sobre o Flamengo

Técnico do Bolívar, Flavio Robatto RASGA O VERBO sobre o Flamengo. Foto: Getty Images

O confronto entre Flamengo e Bolívar na Libertadores promete ser uma verdadeira batalha entre dois gigantes do futebol sul-americano. Após uma primeira fase de altos e baixos, o Flamengo conseguiu a classificação em segundo lugar de seu grupo e agora enfrenta o Bolívar, time que liderou sua chave.

Nos dois jogos anteriores desta edição da competição continental, o Bolívar levou a melhor, vencendo por 2 a 1 em casa e goleando o Flamengo por 4 a 0 no Maracanã. Agora, as duas equipes se reencontram nas oitavas de final, com a promessa de mais dois confrontos emocionantes.

Técnico do Bolívar, Flavio Robatto RASGA O VERBO sobre o Flamengo

Na véspera do embate, o técnico do Bolívar, Flavio Robatto, não poupou elogios ao seu poderoso oponente. Em uma análise franca, ele reconheceu a magnitude do desafio que seu time enfrentará. “É o rival mais complicado que poderíamos enfrentar, a equipe mais forte da competição“, admitiu Robatto, evidenciando o respeito pelo poderio do Flamengo.

O treinador boliviano também destacou as dificuldades de atuar no lendário Maracanã, um palco que ele descreveu como “imponente e desafiador“. No entanto, Robatto enfatizou a necessidade de manter o foco nos aspectos táticos e estratégicos, elaborando o melhor plano possível para os dois jogos decisivos.

Apesar da goleada sofrida no Maracanã, Robatto descartou qualquer noção de revanche como motivação para o próximo confronto. Ele lembrou que seu time também venceu o Flamengo na fase de grupos, terminando na liderança da chave.

Nós também ganhamos deles e ficamos em primeiro no grupo, mas eles são a maior equipe da competição“, ponderou o treinador do Bolívar, reconhecendo a superioridade do adversário, mas sem deixar de valorizar o feito de seu time.

Robatto não escondeu a dificuldade de enfrentar o Flamengo, considerado o grande favorito da competição continental. “Será um confronto durísimo“, previu, alertando para a necessidade de sua equipe entrar em campo com “muita fé e garra“.

O técnico boliviano também expressou preocupação com a possibilidade de lesões em jogadores convocados para a seleção nacional durante a Copa América. O Bolívar tem praticamente um time inteiro representando a Bolívia no torneio continental, o que pode afetar sua preparação para os jogos decisivos contra o Flamengo.

Histórico Recente dos Confrontos

Os dois times já se enfrentaram duas vezes nesta edição da Copa Libertadores, com um triunfo para cada lado. No jogo de ida, o Bolívar venceu por 2 a 1 em seu reduto, a altitude de La Paz. No entanto, no confronto seguinte, o Flamengo aplicou uma goleada de 4 a 0 no Maracanã, mostrando sua superioridade técnica.

Esse histórico recente adiciona mais emoção e imprevisibilidade à série decisiva nas oitavas de final. Enquanto o Flamengo busca confirmar seu favoritismo, o Bolívar tenta repetir a façanha de vencer o poderoso adversário brasileiro em seu próprio território.

Um dos principais trunfos do Bolívar nesta série será a vantagem de atuar em La Paz, uma cidade situada a mais de 3.600 metros de altitude. Essa condição geográfica pode representar um desafio considerável para os jogadores do Flamengo, que terão de se adaptar rapidamente às condições adversas de oxigenação.

Por outro lado, os atletas do Bolívar estão acostumados a jogar em tais circunstâncias, o que lhes confere uma vantagem significativa em termos de resistência física e capacidade de recuperação. Robatto, certamente, contará com esse fator para tentar neutralizar o poderio técnico do Flamengo no jogo de volta em La Paz.